26.1.11

 

nao vou voltar a escrever no blog. nao por agora. adeus, até um dia. nao ca venham mais nenhuma vez. vao sempre encontrar este post.

link do postPor mariana bernabé, às 17:10  comentar

19.1.11

é verdade, eu ando distante do blog. já nunca me apetece cá escrever. talvez apague o blog. nao sei, ainda tenho de pensar acerca disso. ando cheia de sono, chego sempre super cansada a casa, e vou ter que levantar to-das as minhas notas. daí o facto de andar tão distante. peço desculpa aos supostos "leitores" disto.

link do postPor mariana bernabé, às 20:38  ver comentários (2) comentar

12.1.11

desde o verão que nao escrevo para ti. desde o final do verão que a nossa amizade mudou. eu sei nos dizemos sempre uma á outra que vamos estar sempre cá uma para para a outra. e estamos sempre. mas nao estamos tao presentes, como dantes. mas eu percebo, tens as tuas amigas e eu tenho as minhas. mas tu fazes parte desse meu "grupo de amigas". eu gosto bastante de ti. tu sabes muita coisa que so uma ou duas pessoas sabem. eu confio bastante em ti. preocupo-me muito contigo sofia. muito. quando eu estava mal e estava contigo, tu ajudavas-me. sempre me ouviste. sempre me aconselhaste. sempre foste sincera. e um grande obrigada por tudo isso. e desculpa. desculpa por nem sempre ter conseguido empenhar o papel que me cabia empenhar. nao tenho muito mais a escrever. sabes tudo o que eu sinto, nao preciso de andar a escrever por palavras como é a nossa amizade. só gostava que soubesses que nunca me esqueci de ti. que continuo a gostar de ti da mesma maneira. e mais importante de tudo, que tenho muitas saudades tuas. saudades do nosso verão. saudades dos nossos abraços. das nossas chamadas de video. das nossas tardes. nao sei quando vais ler isto, nem mesmo se vais chegar a ler. mas se leres, espero que tenhas gostado. as coisas nunca vão mudar entre nós. ambas sabemos disso. és a minha sofia. a minha pequenina.

link do postPor mariana bernabé, às 21:34  ver comentários (1) comentar

11.1.11

sabes acabei de escrever um grande texto sobre a grande coisa que é a nossa amizade. quando digo grande coisa estou a ser a pior irónica de sempre. isto anda tudo menos numa boa amizade. anda numa simples amizade. daquelas vulgares sabes? mas nao vou perder mais tempo com isto. se apaguei o texto foi porque achei que nao devia desperdiçar isto a falar de alguem, tipo tu. so te digo que um dia quando te aperceberes no estado em que isto está vai ser tarde, ai vai de certeza. agora um aparte, que nao tem mesmo nada a ver com isto, obrigada carolina simões por tudo o que já fizeste. e desculpa por ainda nao ter feito nada por ti.

link do postPor mariana bernabé, às 19:53  ver comentários (5) comentar

7.1.11

 

é verdade. gostei durante muito tempo de ti. mas como está quase a fazer um ano, e nao estou para mais desilusoes, vou por-te de lado. como diz a minha professora de português "vou-te dar um conselho. vira a página. escreve o próximo capítulo. mas de maneira diferente. esquece os principes encantados e os finais maus. á mais nada vida que isso. muito mais." e é verdade. virei a página. procurei-te em todas as linhas dessa pagina. mas em nenhuma encontrei o teu nome. comecei a escrever o novo capítulo. voltei a ter aquela vontade enorme de escrever. aquela que tu me tiraste. mas nao tiveste culpa. acontece. com tudo isto, ja vou a meio do capitulo. nao fazes parte dele. pelo menos nao da mesma maneira como no passado. a "nossa história" acabou. a nossa amizade nao. mas mudou. certamente nao és parvo e sempre o soubeste. aquela perfeita mentira é que tinha sido mesmo desnecessária sabes. acho que até hoje só duas pessoas sabem realmente como me senti la bem no fundo. eunquanto que tu, nem te deste ao trabalho de te preocupar. até decidiste que gozar comigo era uma boa alternativa. podes pedir desculpa e dizer que nao foi de propósito, mas la bem no fundo a dor nunca vai passar. e um dia, quando fechar de vez o capítulo, e realmente mudar a página onde o teu nome ja nao aparece constantemente em cada linha, nessa altura, eu vou-te dizer tudo. vou-te dizer como me senti. como tudo aconteceu. eu vou-te explicar o quão bem e mal me fizeste sentir. e tu podes fazer o que quiseres depois disso, mas eu vou precisar do meu espaço, e do meu canto. vou precisar de ter alguém para me apoiar e dizer que está orgulhosa de mim. e essa pessoa jamais vais ser tu. jamais a nossa relação vai ser como dantes. jamais. e pela primeira vez, sinto que estou pronta para virar a página. para ler coisas diferentes. sinto tambem que estou pronta para escrever o próximo capítulo. para escrever coisas novas. para amar outra pessoa além de ti. nao vou perder mais um ano contigo. nem penses. vou simplesmente lutar pela nossa amizade. mas até lá, luta tu meu amor. a página acaba aqui. estou com medo da próxima página. tenho medo que a próxima página nao seja como sempre me disseste. como sempre me disseram. mas mesmo assim vou arriscar. vou vira-la. um dia conto-te o que lá estava escrito. até um dia.

link do postPor mariana bernabé, às 18:46  comentar

30.12.10

neste momento anda tudo super feliz com o facto de faltar pouco tempo para o ano novo. menos eu. sinceramente estou com medo. muito medo. tenho medo que 2011 nao seja tao bom como este ano. tenho medo de apanhar grandes desilusoes. de traiçoes. e especialmente que me miintam tanto como este ano. está-se a tornar complicado. sinceramente, eu nao quero assim tanto que o ano acabe. está tudo a tomar rumo, mas ainda nem tudo tem a sua direcçao definida, e eu precisava de mais tempo para isso. mas nao. é verdade que odeio despedidas. mas começar o ano com certas coisas na nossa cabeça sobre certas pessoas é pessimo. eu estava tao convencida que muitas das minhas amizades iam durar pelo menos ate janeiro de 2011. mas nao, nem isso. nem consegui manter algumas das pessoas mais importantes junto de mim. na verdade so me custou perder uma pessoa. a outra perdi de bom agrado. gente falsa nao é para o meu lado. queria tanto que esta passagemdeano fosse diferente de todas as outras, mas nao, mais uma vez, é igual a todas as outras, uma seca. queria realmente que este ano (2010) me tivesse trazido algo diferente e nao tao previsivel, como varias coisas que trouxe. mas prontoooooooo, que se lixe. va vou deixar de me queixar, e vou ver o castle. e falar ca carolina. amanha nao devo escrever. alias so devo escrever em janeiro. por isso, see ya mafriends.

link do postPor mariana bernabé, às 00:10  ver comentários (2) comentar


 
mais sobre mim
Janeiro 2011
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
13
14
15

16
17
18
20
21
22

23
24
25
27
28
29

30
31


links
subscrever feeds
blogs SAPO